Ruínas romanas de Miróbriga - Santiago do cacém

Ruínas romanas de Miróbriga. Photo José Manuel.Referenciadas no século XVI por André de Resende, as ruínas romanas de Miróbriga estão localizadas numa zona de visibilidade privilegiada, que lhe permite controlar territorialmente toda uma região profícua em recursos agrícolas, marítimos e mineiros, uma das razões pelas quais desempenhou um papel comercial de relativo destaque. Interpretado como santuário, por alguns autores, e como centro urbano provincial, por outros, Miróbriga foi habitada desde, pelo menos, a Idade do Ferro até ao século IV d. C., ainda que as estruturas habitacionais permaneçam reduzidamente estudadas, apesar da sua evidente riqueza construtiva e decorativas. Foi durante o período romano que o centro urbano sofreu uma considerável ampliação mediante a execução de um alargado programa construtivo. Assim, na zona mais elevada de Miróbriga, erguido o forum, no centro do qual é visível um templo eventualmente dedicado ao culto imperial, assim como um outro consagrado a Vénus. Entretanto, circundando o forum, desenvolve-se toda uma zona constituída por diversas construções de funcionalidade ainda mal conhecida, assemelhando-se, todavia, a duas das edificações mais comuns nos fora provinciais, ou seja, à cúria e à basílica. A Sul, por sua vez, desenvolvia-se a área comercial, por excelência, caracterizada pela presença de diversas lojas, as denominadas tabernae. Uma das zonas mais bem conservadas do complexo de Miróbriga são as termas, de dois edifícios construídos em períodos diferentes, possivelmente destinados ao uso feminino e masculino. Entre os séculos I e II d. C., surgem os compartimentos habituais neste tipo de edificação, ou seja, uma zona de entrada, com salas de vestiário e jogos, e uma zona de banhos frios - frigidarium -, e de banhos aquecidos - caldarium e tepidarium. Relativamente próximo situa-se ainda uma ponte de arco único de volta inteira, enquanto que, afastado do centro, encontra-se o hipódromo, de configuração integralmente reconhecida.

Localização: Local da Herdade de Chão Salgados - Santiago do Cacém.


Textos retirados do site www.ippar.pt